Skip to Content

RES PUBLICA 1910 E 2010 FACE A FACE

O Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a Comissão Nacional para as Comemorações do Centenário da República apresenta agora o catálogo da exposição que esteve patente na Sede da Fundação. A dupla de comissárias, Helena de Freitas e Leonor Nazaré, apresentaram obras de pintura, escultura, cerâmica, desenho, ilustração, vídeo e instalações produzidas no início dos dois séculos, que remetem para a natureza da RES PUBLICA e das heranças sociais da República.

Estiveram representados sessenta e sete artistas, maioritariamente nacionais. A arte Portuguesa do início do século XX representada, entre outros, por Columbano, Rafael Bordalo Pinheiro, Eduardo Viana, Leal da Câmara ou Adriano Sousa Lopes. O início do século XXI reúne nomes de gerações diferentes, de Paula Rego, Jorge Pinheiro e Nikias Skapinakis a Susana Gaudêncio, Maria Lusitano ou Bruno Pacheco, passando por Gil Heitor Cortesão, Paulo Catrica, João Pedro Vale ou Armanda Duarte. Os documentos fotográficos de Joshua Benoliel, de Arnaldo Garcez e de Marín acrescentam informação e contexto a este conjunto de obras artísticas.



artigos | by Dr. Radut