Skip to Content

O MAR COMO DESTINO – visões sobre um acervo comum

Estudar, desenhar e pintar os navios considerados mais representativos das frotas marítimas portuguesas, desde o século XIII à actualidade, com o objectivo de os divulgar em livro, foi um propósito que desde sempre animou o Arquitecto Telmo Gomes. Para este pintor exímio de navios esta seria a obra suprema, que complementaria de forma singular um vasto conjunto de livros que tinha já produzido sobre o tema.

Depois de largos anos de aturada investigação e de paciente trabalho artístico, a materialização deste sonho acontece com a presente edição, da responsabilidade do Grupo Desportivo e Cultural dos Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo e o patrocínio dos ENVC, Caixa Geral de Depósitos e Fidelidade Mundial Seguros. A obra, para além das 190 imagens dos navios que habilmente Telmo Gomes pintou, comporta textos do escritor Miguel Real, que, com uma visão muito pessoal, longamente amadurecida, também soube embarcar nesta viagem marítima.



artigos | by Dr. Radut