Skip to Content

FOTOGRAFIA NO DOURO: ARQUEOLOGIA E MODERNIDADE

Álbum da exposição sobre fotografia no Douro decorrente dos primórdios da fotografia (início dos anos 40 do séc. 19) até à actualidade, com a respectiva evolução da própria imagem fotográfica, associada à tipologia e método empregues. Com particular evidência para o surgimento da fotografia, que sendo mais profícua em detrimento do retratismo desenhado (também exposto neste livro), revolucionou o incremento da documentação imagética tornando-a também mais prolífera.


Com design do estúdio Andrew Howard e textos de Maria do Carmo Serén, em que neles se poderão conhecer e apreciar as personalidades históricas, pioneiras da fotografia em Portugal, especificamente ligadas aos registos fotográficos do Douro: Emílio Biel, Barão J. J. Forrester, Alvão, entre outros nomeados.
Neste trabalho de compilação, pode-se também apreciar, fotografias de fotógrafos anónimos, o que prova que para além das de autoria identificada, procurou-se reunir com excelência e qualidade o maior número de imagens fotográficas para uma tão abrangente obra como esta que apresentamos. Esta foi editada integralmente em português e inglês, pela Fundação Museu do Douro e organizada pela Comissão Executiva das Comemorações dos 250 anos da Região Demarcada do Douro e pelo Centro Português de Fotografia/Ministério da Cultura.



artigos | by Dr. Radut