Skip to Content

Newsletter Norprint, fevereiro, Ano 2011, No. 56

GAC 2011- GUIMARÃES ARTE CONTEMPORÂNEA 2011

“Guimarães Arte Contemporânea 2011” é o título da exposição colectiva de jovens artistas nacionais organizada pelo Centro Cultural Vila Flor, em parceria com a Escola Superior Artística do Porto - Guimarães e o Colectivo Laboratório das Artes, e que reúne obras de André Banha, Dalila Gonçalves, Diogo Evangelista, Joana da Conceição, Jorge Maciel, Luís Vieira e Tiago Batista. Esta exposição pretende divulgar o trabalho de um conjunto de artistas que ocupam um lugar na arte contemporânea portuguesa mas que ainda não têm visibilidade nacional.

MAPPAMUNDI

O catálogo da exposição MAPPAMUNDI patente no Museu Colecção Berardo, apresenta textos de Guillaume Monsaingeon, Curador da exposição, Gilles Deleuze, Felix Guattari, Carl Schmitt entre outros e pretende rever a presença permanente da cartografia na arte e o modo como os criadores de hoje desenvolvem o seu talento artístico baseando-se na longa história cartográfica. Neste catálogo observa-se um encontro entre o universo da cartografia e a arte contemporânea numa homenagem aos artistas que nos últimos 40 anos se apropriaram da linguagem cartográfica, subvertendo-a e reinventando-a, desmistificando qualquer ideia de que se trata de uma exposição sobre cartografia, "tal como nos lembramos dos tempos de escola".

ALMANAQUE SÁBADO 2011

São quatro, as edições de almaques para o ano 2011 que a revista Sábado oferece aos seus leitores. São 152 páginas por edição e que apresentam uma “ Algo perfeitamente dispensável para o seu dia-a-dia, mas completamente indispensável para a sua boa disposição. Selecção de curiosidades assumidamente despropositada e irreverente. Conhecimentos que não são nem triviais nem essenciais, mas que iluminam, deliciam e divertem o leitor página a página.”

LA TRANSCAUCASIE ET LA PÉNINSULE D’APCHÉRON - SOUVENIRS DE VOYAGE

Há vários anos esgotada, a obra de juventude de Calouste Gulbenkian que regista as memórias de uma longa viagem que realizou pela região do Cáucaso é agora reeditada, fac-simile, juntamente com a primeira edição em inglês da obra, coordenada por Martin Essayan, bisneto do fundador. Escrita com apenas 21 anos, após ter obtido a licenciatura em engenharia no King’s College, “La Transcaucasie et la Péninsule d'Apchéron - Souvenirs de Voyage” constitui um documento vivo das terras que Calouste Gulbenkian visitou, para lá das montanhas do Cáucaso, o território da Arménia, Geórgia e Azerbaijão.



by Dr. Radut