Skip to Content

ASAS PARA VOAR

graficas

"Fundada em Santo Tirso, a ASAS, Instituição Particular de Solidariedade Social, reconhecida como pessoa coletiva de utilidade pública e sem fins lucrativos (DR III Série nº 148 de 26.06.1993), foi constituída em 1992 por iniciativa de Vasco de Sousa Cruz Ferreira da Costa em conjunto com um grupo de vinte e oito outros tirsenses.

Cedo estendeu a sua intervenção ao contexto nacional, acolhendo crianças e jovens de todo o país com maior prevalência para as do distrito do Porto. A ASAS é pois uma instituição de índole nacional que tem vindo a desenvolver a sua atividade suportada por um grupo técnico multidisciplinar qualificado, no voluntariado e na cooperação com o governo central, diversas autarquias e comunidade local.

Em 1994 iniciou a sua atividade na área da Infância e Juventude, com o Centro de Acolhimento Temporário para Crianças em Perigo Renascer. Em 1995 começou a intervir na área da Família e Comunidade com o Gabinete de Ação Social e alargou a sua atuação ao Concelho da Trofa. Este tem um atendimento dirigido a todos os indivíduos que procuram melhorar o seu bem-estar social.

Nos anos seguintes expandiu as suas áreas estratégicas, permitindo executar serviços em condições de grande exigência e visibilidade. Ao ser certificada como entidade formadora em 1998, solidificou a área de formação. Fato relevante numa Associação que reconhece o papel da Educação e da Formação como fatores de excelência para a inclusão social.

No ano de 1999 alargou a sua capacidade de acolhimento de crianças em perigo dos 6 aos 12 anos com a implementação do Centro de Acolhimento Temporário Raízes.

Em 2000 intensificou a sua ação no concelho da Trofa com a criação do Centro Comunitário da Trofa, instalado num edifício construído de raiz e aberto a toda a comunidade. Privilegia a população mais desprotegida com atividades e serviços ao nível do apoio social, psicológico, animação sociocultural e educação social.

No ano de 2004 arrancou com o Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP) “Saber para Crescer” em Santo Tirso, intervindo junto da Criança em Perigo no seu meio natural de vida.

Em 2007 iniciou as obras de construção do Centro de Acolhimento Temporário “Casa do Sol”, para crianças e jovens dos 12 aos 18 anos, sendo mais um passo na concretização da estratégia da ASAS. Centro de Acolhimento que viria a ser inaugurado em Julho de 2009.

2008 foi ano de arranque do Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP) “Crescer em Família”, na Trofa.

Em Abril de 2013 abriu o Apartamento de Autonomia".
 



artigos | by Dr. Radut